04/01/2022 04/01/2022 17:55m


Prefeitura publica licitação para contratar empresa que irá operacionalizar o castramóvel


Objetivo da Secretaria de Meio Ambiente é começar com castrações cirúrgicas de fêmeas caninas e felinas

A Prefeitura de Santa Maria, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, publicou, nesta terça-feira (4), o processo licitatório para a contratação da empresa que irá operacionalizar o castramóvel, trailer adaptado para castração de animais de pequeno porte. A empresa terá de fornecer material e mão de obra para a castração cirúrgica de cães e gatos.

Em um primeiro momento, o castramóvel será utilizado somente para fêmeas, já que elas costumam apresentar mais problemas reprodutivos, como tumores venéreos, infecções uterinas e neoplasias mamárias (câncer de mama), conforme explica o superintendente de Bem-Estar Animal da Prefeitura, Alexandre Caetano. Segundo ele, preferencialmente, a cirurgia utilizada será a ovariectomia, que contempla apenas a retirada dos ovários, e, caso seja necessário, poderá ser utilizada a ovariohisterectomia, que retira ovários e útero. A ovariectomia é um procedimento menos invasivo, de melhor cicatrização e menos risco de abertura dos pontos.

A empresa que vencer o processo licitatório terá contrato de um ano, e a estimativa é que ela realize, em média, 86 castrações por mês. Microchips para a identificação do animal, fornecidos pela Prefeitura, serão aplicados nos pets que passarem pelo procedimento.

O secretário de Meio Ambiente de Santa Maria, Guilherme Rocha, explica que o serviço é focado em atender, de forma gratuita, cães e gatos de famílias em situação de vulnerabilidade social. Conforme o chefe da pasta, o castramóvel auxiliará no controle de natalidade e irá se configurar em uma estrutura de apoio que trará diversos ganhos ambientais para Santa Maria.

“É um investimento inédito na história do Município. Vamos evitar a proliferação de cães semidomiciliados, isto é, que possuem tutores, mas vivem soltos, e errantes, que são os que vivem sem tutor e soltos, em condições precárias. Combinada com outras ações, a utilização do castramóvel também irá reduzir, a longo prazo, a propagação de zoonoses (doenças de animais para humanos). Além disso, no periurbano, que é a região onde a zona urbana se encontra com o ambiente natural, haverá a diminuição da formação de matilhas, que são predadoras da fauna nativa”, comenta o secretário.

Guilherme Rocha ressalta que a operação do castramóvel se dará em parceria com organizações não governamentais (ONGs) cadastradas na Secretaria de Meio Ambiente até 31 de janeiro. Elas irão atuar na intermediação com a comunidade e no mapeamento e na identificação dos animais vulneráveis. Quem quiser cadastrar uma ONG pode entrar em contato pelo telefone (55) 3921-7138.

A abertura das propostas das empresas interessadas ocorrerá em 17 de janeiro, às 8h30min.

RECURSOS

A verba que será utilizada para o custeio do contrato com a empresa é de R$ 413.238,00. O valor é composto por recursos próprios da Prefeitura, do Ministério Público, do Programa Melhores Amigos do Governo do Estado e de emenda impositiva do vereador Adelar Vargas, o Bolinha. O castramóvel em si foi adquirido com recursos de emenda parlamentar articulada pelo deputado estadual Dirceu Franciscon junto ao deputado federal Ronaldo Nogueira.

Além da castração e da microchipagem, o uso do castramóvel também vai contemplar a prevenção e controle da leishmaniose, doença que atinge os cães.

Texto: Rafael Favero (Mtb: 20.291)
Imagem: Gibran Carrazzoni / Prefeitura

Secretaria Extraordinária de Comunicação
Prefeitura Municipal de Santa Maria




Fotos

Voltar | Mais Notícias | Página Inicial




Secretaria de Município de Meio Ambiente
Endereço:
Rua Venâncio Aires, 2277. 4º andar
Expediente externo: 8h30min às 13h30min
Telefone: (55) 3921-7150 CEP: 97010-005
E-mail: meioambiente@santamaria.rs.gov.br


© Copyright 2022, Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento STI/SMG

Topo da Página | Página Inicial