Notícias

28/02/2024 01/03/2024 11h23m

Efetivos militares e drone vão reforçar ações da Prefeitura no combate ao mosquito transmissor da dengue


Iniciativas serão colocadas em campo a partir de 12 de março e vão atingir toda a extensão de Santa Maria

Com o intuito de ampliar o trabalho de conter focos do mosquito que transmite a dengue, a Prefeitura reforça as ações existentes a partir da atuação de duas instituições. De 12 a 22 de março, militares do Exército estarão em terra, e um drone da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), no ar, para auxiliar no combate ao Aedes aegypti. Conforme a Secretaria de Saúde, será vistoriado todo o Município, com localização mais específica determinada, desta vez, por critérios diversos, como casos confirmados de pessoas doentes e índice de infestação.

Os efetivos militares irão auxiliar as equipes da Vigilância em Saúde na busca por recipientes com água parada e que possam servir para reprodução do vetor. Este será o segundo ano consecutivo que o Exército presta apoio à Prefeitura neste tipo de ação. Em 2023, cerca de 60 militares participaram da iniciativa.

Já o drone servirá para aplicação do larvicida biológico, assim como já é feito pelo pulverizador. Trata-se de um equipamento de uso agrícola, que vai aplicar o produto em pontos da cidade compatíveis esta técnica. A intenção é usar esta alternativa como reforço do que já está sendo feito com a caminhonete.

A dengue é uma das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti e os sintomas incluem febre alta, dor no corpo, dor nas articulações, dor de cabeça e dor atrás dos olhos, além de manchas pelo corpo em alguns casos. O método mais eficaz para evitar a contaminação é impedir a circulação do mosquito.

PRINCIPAIS PRECAUÇÕES

• Mantenha a caixa d’água sempre fechada;
• Encha de areia, até a borda, os potes e os vasos de plantas;
• Não deixe a água da chuva acumular em recipientes;
• Mantenha tampados tonéis e barris de água;
• Guarde garrafas de cabeça para baixo;
• Recolha seus resíduos;
• Use repelente;
• Utilize inseticida em locais escuros (perto do chão e proximidades de piscina);
• Atenção às piscinas, especialmente as de plástico
Para denúncias de locais com água parada, ligue para (55) 3174-1581 (opção 2)

Texto: Manuela Vasconcellos (Mtb: 14.102)
Foto: Marcelo Oliveira / PMSM
Secretaria de Comunicação
Prefeitura de Santa Maria

Fotos

Mais Notícias | Página Inicial