Notícias

02/04/2024 02/04/2024 15h25m

Ação de pulverização contra a dengue contempla 217 quarteirões das regiões Norte e Centro-Leste


Desde o começo do ano até o final de março foram realizadas mais de 10,4 mil visitas domiciliares e investigadas 118 denúncias

Em intenso esforço para combater o mosquito vetor da dengue, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde, realiza a pulverização com inseticida biológico nas regiões Norte e Centro-Leste. Na manhã desta terça-feira (2), a ação contemplou 66 quarteirões do Bairro Divina Providência, Região Norte do Município. Este quantitativo soma-se aos 151 quarteirões que já receberam o inseticida desde o dia 22 de março, nos bairros Noal e Passo D’Areia, Região Centro-Leste, totalizando 217 quarteirões. A previsão para esta quarta-feira (3) é que a pulverização ocorra no Bairro Urlândia. Em caso de chuva, neblina ou vento forte, a ação é reagendada.

Desde o começo do ano até o final de março (Semana Epidemiológica 13), a Superintendência de Vigilância em Saúde contabiliza 118 denúncias averiguadas e cerca de 140 sob o acompanhamento de agentes de Saúde Pública e Vigilância Ambiental em toda a cidade. Em fevereiro, todos os 679 quarteirões da Região Oeste receberam a pulverização de inseticida biológico e 10.429 residências foram visitadas por agentes de endemia em todo o Município – destas, 2,7 mil residências foram visitadas durante o mutirão de combate a dengue, realizada em parceria com a 3ª Divisão do Exército e com a UFSM.

COMBATE AO MOSQUITO

A dengue é uma das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti e os sintomas incluem febre alta, dor no corpo, dor nas articulações, dor de cabeça e dor atrás dos olhos, além de manchas vermelhas pelo corpo em alguns casos. O método mais eficaz para evitar a contaminação é impedir a circulação do mosquito. Clique aqui para saber como identificar um caso suspeito, e como realizar um teste.

PRINCIPAIS PRECAUÇÕES

• Mantenha a caixa d’água sempre fechada;
• Encha de areia, até a borda, os potes e os vasos de plantas;
• Não deixe a água da chuva acumular em recipientes;
• Mantenha tampados tonéis e barris de água;
• Guarde garrafas de cabeça para baixo;
• Recolha seus resíduos;
• Use repelente;
• Utilize inseticida em locais escuros (perto do chão e proximidades de piscina);
• Atenção às piscinas, especialmente as de plástico;
• Para denúncias de locais com água parada, ligue para (55) 3174-1581.
• Para mais informações, acesse a página Santa Maria Contra a Dengue

 

 

Texto: Lenon de Paula (Mtb: 18.763)
Fotos: João Alves (Mtb: 17.922)
Secretaria de Comunicação
Prefeitura Municipal de Santa Maria

Fotos

Mais Notícias | Página Inicial